13 ago 2018
por Redação Brain 366 views 0

Conheça o Oculus Go

Voltamos com mais um Innovation Pills. Hoje mostrando o fone de ouvido que permite conversa natural entre pessoas com idiomas diferentes; o Oculus Go, a aposta do Facebook para mergulhar, de vez, na realidade virtual; e a ideia da Boeing para ter um avião sem piloto humano.

Vamos tomar nossa dose de inovação semanal.

Dispositivo traduz conversas simultaneamente

O WT2 é um fone de ouvido capaz de fazer traduções em tempo real sem atrapalhar conversas entre pessoas que falam idiomas diferentes. Ele foi criado para manter o diálogo natural e permitir que os interlocutores mantenham contato visual sem atrapalhar com a linguagem corporal.

O aparelho é capaz de reconhecer seis idiomas diferentes e é vendido a partir de US$ 149 (cerca de R$ 468, sem contar impostos).

Via Techtudo.

Facebook lança o Oculus Go e mergulha, de vez, na realidade virtual

Para Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, a principal aposta para a popularização da realidade virtual é o Oculus Go, que deve chegar ao mercado ao preço de 199 dólares no início de 2018. O produto é um meio termo entre os dispositivos móveis, como o Gear VR, da Samsung, que precisa de ligação com o smartphone para funcionar, e o Oculus Rift, do próprio Facebook, que tem de estar conectado a um computador.

O Go poderá ser usado para jogos, filmes e – seu principal objetivo para a rede social – “encontrar” amigos virtualmente. Segundo o brasileiro Hugo Barra, vice-presidente de realidade virtual do Facebook, “não será preciso ser alguém aficionado por novidades eletrônicas para gostar de estar imerso no mundo criado dentro do Go”.

Via Exame.

Boeing compra empresa de pilotagem autônoma para criar aviões sem pilotos

De olho na tendência dos veículos autônomos, a Boeing acaba de adquirir a Aurora Flight Sciences, empresa especializada na construção de drones e de sistemas autônomos de pilotagem, com a intenção de fabricar aeronaves que dispensam um piloto humano.

A Aurora ajudará a Boeing a criar “aviões de alta resistência com copilotos robóticos e sistemas de pouso e decolagem elétricos”, com base em sua experiência nesse tipo de coisa.

Via Canal Tech.

16 comments_number 0 comments_number 1 ano atrás