27 ago 2020
por REDAÇÃO BRAIN 118 views 0

MVP: vantagens e passos para fazer um produto mínimo viável

Um dos conceitos mais populares de método ágil é o de Lean Startup, introduzido pelo empreendedor, consultor e criador de startups Eric Ries no livro de mesmo nome. Dentro desse conceito, um item fundamental que tem sido utilizado por uma série de empresas é o MVP (Minimum Viable Product, ou Mínimo Produto Viável).

Empresas que não observam esse ponto correm o risco de perder tempo, energia e capital com ideias que até podem ser boas, mas que vão trazer custos altos de implantação, principalmente no início do processo. Isso, por sua vez, pode ter consequências negativas. Dessa forma, corre-se o risco da ideia morrer antes de chegar ao mercado de fato.

Por isso, o Brain vai te contar o que é MVP, quais as vantagens e como você pode criar o Mínimo Produto Viável para a sua empresa!

 

Mas o que é MVP?

De acordo com o próprio Eric Ries, “o MVP é aquela versão do produto que permite uma volta completa do ciclo construir-medir-aprender, com o mínimo de esforço e o menor tempo de desenvolvimento”.

Em outras palavras, o Mínimo Produto Viável é um protótipo da solução/produto que a sua empresa deseja levar para o mercado. Com o MVP, você consegue fazer testes primários para validar a viabilidade de um negócio, produto ou serviço.

Porém, não pense no MVP apenas como um período de testes no qual é permitido errar sem nenhum problema. O Mínimo Produto Viável já é uma parte inicial do seu produto. Logo, ele precisa ter uma boa proposta de valor, mesmo que de forma resumida. Ao mesmo tempo, o MVP tem que manter a sua função de atacar a dor para a qual foi criado, mesmo que de maneira inicial.

No vídeo abaixo, você aprende um pouco mais sobre o conceito correto do MVP, um item muito popular em startups que utilizam métodos ágeis. Em seguida, veja as vantagens do Mínimo Produto Viável e como implantar na sua empresa!

Quais as vantagens do MVP para empresas?

Lembra no começo do texto que falamos sobre perder tempo, energia e dinheiro? Isso não acontece com o Mínimo Produto Viável. Isto porque ele é uma maneira de desenvolver um produto por um baixo valor e em curtos prazos. 

Outra vantagem é que o MVP reduz riscos de mercado, como a recusa de clientes diante do seu produto. Em vez de ter um alto risco de aceitação diante de um produto pronto, você vai poder testar a solução em um tempo menor e sem grandes custos. Não entre para a lista de empresas que gastaram além da conta para lançar produtos que naufragaram por aí.

Por sua vez, o MVP aproxima a sua startup do público, pois as trocas são mais diretas e a empresa acompanha mais de perto (e em várias etapas) como o cliente se comporta com a sua proposta de solução.

 

4 dicas para fazer o MVP da sua empresa

1) Defina a proposta de valor do MVP

Por que o público precisa do produto que você pensa em criar? Quais soluções ele oferece, como ele deve ser usado e por que escolheriam a sua ideia em vez de outras? Responda a essas e outras perguntas para definir os valores do seu Mínimo Produto Viável.

2) Defina público e tempo de teste

O público de teste do MVP deve ser o mais próximo possível do público-alvo do produto final. Assim os resultados ficam muito mais realistas. Ao mesmo tempo, defina um tempo de teste necessário para avaliar tudo o que for preciso, mas sem perder tempo demais.

3) Teste a resposta do mercado

Os testes do MVP podem ser feitos em duas etapas:

– Teste alpha, com um público reduzido, controlado e escolhido pela startup;
– Teste beta, com a ampliação do público e aproximação do público-alvo final.

Com os testes, você entenderá a receptividade, a compreensão da proposta de valor por parte dos seus clientes em potencial e pode atuar em pontos de melhoria.

4) Use e abuse do Lean Inception

A metodologia ágil Lean Inception é uma ótima maneira de criar produtos a partir do conceito de MVP. O método ajudará a sua empresa a criar MVPs valiosos, usáveis e factíveis, de maneira rápida e enxuta, com o envolvimento do seu time.

 

Quer colocar o MVP em prática na sua empresa mas ainda não sabe como trabalhar com métodos ágeis? Então conheça agora mesmo a Brain Innovation Academy!

3 comments_number 0 comments_number 4 semanas atrás